Franciele Natacha Giraldi, Advogado

Franciele Natacha Giraldi

Cascavel (PR)
10seguidores3seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

A gentileza é um toque de classe em um mundo pragmático, apressado, indiferente. Ela é a forma mais doce, mais amável de dizer a mesma coisa. (Barroso)

Contadora.

Advogada.

Especializando em Direito Tributário.

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Cargas
Recursos
Despachos
Andamentos
Exame de processos

Comentários

(4)
Franciele Natacha Giraldi, Advogado
Franciele Natacha Giraldi
Comentário · há 9 meses
Sob minha ótica, ainda que eu tenha empatia por todos os colegas munidos de conhecimento e capacidade, mas que por algum óbice acabam sendo reprovados no exame da OAB, alguns por repetidas vezes até almejarem sua tão sonhada aprovação, além de que tal desafio requer tempo, disposição e dinheiro (quando não possível se beneficiar da isenção), defendo que todas as profissões deveriam ter um exame de suficiência. Sendo a aprovação na OAB fundamental para o início do exercício da advocacia.

A justificativa para meu entendimento, se dá que o exame exige apenas o mínimo necessário para exercer a profissão. Sendo assim, todos os estudantes deveriam se preocupar em ser o máximo do mínimo ao ramo que gostariam de exercer (e aqui me atenho apenas as ramificações da profissão jurídica, tais como a advocacia, cargos públicos, assessorias, e demais).

Desta forma, havendo interesse em exercer a advocacia, ao ingressar na faculdade o estudante deve se preparar para as provas anuais/ou semestrais juntamente para a prova de suficiência técnica que irá ocorrer próximo ou após o término da faculdade. Vejam caros colegas, são ao menos exatos cinco anos de preparação. É muito tempo!

Ademais, a prova da OAB não deveria ser tema de amedrontamento, já que desde o ensino fundamental o aluno é instigado aos desafios estudantis, estando ainda, ao final de cada período sujeito a provas específicas que irão avaliar o conhecimento adquirido em determinado lapso temporal, sob pena de repetir o ano. E aqui, abre um ponto de discussões sobre a educação no Brasil e demais, que não comportam ao tema abordado.

Acontece que mesmo havendo excelentes profissionais amarrados pelo nervosismo ou outros motivos que os levam a reprovação na prova da OAB, também existem péssimos profissionais, que graças ao filtro de um exame como esse os impedem de atuar, tal qual, em consequência se torna um belíssimo repelente contra o aumento das famosas as aberrações jurídicas.

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(10)
Carregando

Tópicos de interesse

(1)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Cascavel (PR)

Carregando

Franciele Natacha Giraldi

Entrar em contato